Você está em:
Home > Submissão



O prazo máximo de submissão de trabalhos será até às 23:59 do dia 30 de outubro de 2021, horário de Brasília.

 

A submissão de trabalho não corresponde à inscrição de participação no evento.

As inscrições para participação no evento serão abertas em breve.

 

Temas da chamada

 

A chamada para submissão de resumos expandidos nesta edição terá como proposta 5 eixos transversais norteadores. A ideia de enquadramento em eixos transversais decorre da natureza complexa e relacional que os trabalhos característicos em Ciência do Sistema Terrestre possuem.

Os eixos são transversais pois têm potencial de se conectar em diversas dimensões, sejam essas  teóricas, metodológicas ou de implicações em políticas públicas. Desta forma, embora, seu trabalho deva estar adequado a um eixo específico, isso não exclui o fato de que tenha diálogo entre os demais eixos e seus temas.

Por tal razão, os eixos funcionam como uma espécie de fio condutor central na sua pesquisa e que permita diálogo entre diferentes temas.

Os trabalhos submetidos devem se concentrar principalmente em apresentar análises, resultados e/ou discussões pertinentes ao eixo escolhido e que considerem assuntos relativos aos debates sobre o tema do evento: “Ciência do Sistema Terrestre: Perspectivas, Desafios e Avanços frente às Mudanças do Clima”.

 

Escolha seu eixo temático e submeta seu resumo expandido!

 

Eixo 1 – Conceitos, história e perspectivas sobre Ciências do Sistema Terrestre

O Eixo 1 engloba pesquisas que envolvam os principais conceitos sobre Ciências do Sistema Terrestre, debates sobre a consolidação da agenda de pesquisa, incluindo discussões sobre a filosofia da ciência. Ainda, inclui estudos sobre visões epistemológicas e discussões sobre paradigmas científicos da Ciência do Sistema Terrestre e o Antropoceno.

 

Eixo 2 – Observação e Impactos

O Eixo 2 inclui pesquisas que trazem como resultados observações de processos no Sistema Terrestre, sejam estes no âmbito físico, biológico e/ou socioeconômico. Ainda, inclui pesquisas que demonstram os impactos que as atividades humanas têm ocasionado no Sistema Terrestre em seus diversos níveis, global, regional ou local, e em diversas escalas temporais.

 

Eixo 3 – Desafios futuros

O Eixo 3 considera os desafios que serão enfrentados no Sistema Terrestre e seus componentes (biosfera, hidrosfera, criosfera, geosfera e componente humana). Engloba trabalhos que envolvem, por exemplo, os impactos climáticos, os cenários e projeções futuras, e a modelagem de sistemas.

 

Eixo 4 – Comunicação e engajamento social

O Eixo 4 foca nos trabalhos que envolvem a interface entre produção científica, comunicação e educação para a promoção do engajamento dos atores da sociedade com foco nas consequências das alterações no Sistema Terrestre. Com isso, inclui estudos de caso de iniciativas e/ou projetos de ensino para a comunidade escolar, estudos de engajamento comunitário para a prevenção de riscos e promoção de resiliência, estudos sobre comunicação científica voltada ao público em geral e estratégias de comunicação com o uso de mídias sociais. Ainda, inclui experiências de engajamento de lideranças jovens comunitárias e estudos de percepção sobre impactos das mudanças do clima, além de relatos de membros de comunidades tradicionais quanto a percepção sobre as mudanças do clima.

 

Eixo 5 – Governança e Políticas Públicas

O Eixo 5 abrange o escopo de estratégias e mecanismos de implementação de políticas, sejam estas globais, nacionais ou subnacionais (regionais e locais), que envolvam a gestão das componentes do Sistema Terrestre e os diversos atores sociais envolvidos (setor público, setor privado, ONGs, associações da sociedade civil e/ou movimentos sociais). Desta forma, inclui estudos de governança e arranjos institucionais sobre mitigação e/ou adaptação às mudanças do clima e/ou gestão de recursos naturais; avaliação de políticas, planos e programas para o enfrentamento das mudanças do clima, degradação de ecossistemas (desmatamento, queimadas, poluição, entre outros) e conservação da biodiversidade; estudos de representatividade política; e estudos de instrumentos e ferramentas que auxiliam no processo de tomada de decisão. Ainda, engloba estudos de gestão de financiamento de fundos internacionais voltados ao clima e distribuição de recursos.

 

Ficou em dúvida? Alguns exemplos de temas recorrentes nos debates são: complexidade e propriedades emergentes de sistemas, observação e impactos das mudanças climáticas, risco e adaptação, modelagem, governança e políticas públicas, entre outros (ver quadro abaixo).

O debate sobre ciência do sistema terrestre possui uma longa história de consolidação e embates. Pode ser considerado como um campo em construção. Outros exemplos de temas podem ser encontrados nas seguintes referências:
STEFFEN, W. et al. The emergence and evolution of Earth System Science. Nature Reviews Earth & Environment, v. 1, n. 1, p. 54–63, 2020.
VEIGA, J. E. O Antropoceno e a Ciência do Sistema Terra. Editora 34, 2019.
STEFFEN, W. et al. Trajectories of the Earth System in the Anthropocene. Proceedings of the National Academy of Sciences of the United States of America, v. 115, n. 33, p. 8252–8259, 2018.
BARON, J. S. et al. Synthesis centers as critical research infrastructure. BioScience, v. 67, n. 8, p. 750–759, 2017.
DONGES, J. F. et al. Closing the loop: Reconnecting human dynamics to Earth System science. Anthropocene Review, v. 4, n. 2, p. 151–157, 2017.
LATOUR, B.; PORTER, C. Facing Gaia: Eight Lectures on the new climate regime. Cambridge, UK ; Medford, MA, USA: Polity Press, 2017.
BRULLE, R. J.; DUNLAP, R. E. Sociology and Global Climate Change: Introduction. In: DUNLAP, R. E.; BRULLE, R. J. (Ed.). Climate Change and Society: Sociological Perspectives. New York: Oxford University Press, 2015. p. 304.

 

Regras de submissão

 

ATENÇÃO: A inscrição limita a submissão a 2 (dois) trabalhos como autor(a) principal (primeiro autor(a)).

Os trabalhos deverão ser enviados de acordo com as regras abaixo:

1 – Serão aceitos trabalhos elaborados em português ou inglês;

2 – Os trabalhos serão apresentados, apenas, na modalidade ORAL/POSTER;

3 – O trabalho deverá, obrigatoriamente, abordar a Ciência do Sistema Terrestre;

4 – O nome dos(as) autores(as) deverá ser escrito por extenso, sem abreviaturas de palavras. Indicar também as instituições dos(as) respectivos(as) autores(as);

5 – O trabalho deverá ser submetido na forma de RESUMO EXPANDIDO;

6 – O RESUMO EXPANDIDO deverá conter NO MÁXIMO 5 páginas, contando com as referências;

7 – O título do trabalho deverá conter, no máximo, 15 palavras, todas com letras maiúsculas;

8 – O resumo expandido deverá contemplar os seguintes itens: introdução (problemática e justificativa), objetivos, materiais e métodos (procedimentos realizados), resultados, discussão e conclusão;

9 – Ao final da submissão, o(a) autor(a) responsável pela submissão será contatado(a) com um e-mail de confirmação, bem como, será o principal correspondente ao longo do processo;

Qualquer dúvida, entre em contato conosco: spgcst@gmail.com.

 

Clique aqui para baixar o modelo de trabalho (Modelo_trabalho_XSPGCST)

Clique aqui para submeter o seu trabalho!